O significado e importância dos hinos no dia a dia e nas reuniões dominicais

á parou para pensar de que forma você tem utilizado os hinos no seu dia a dia? A resposta talvez seja negativa. Muitas vezes, temos nos preocupado em utilizar alguma canção de nosso hinário apenas como parte de um protocolo para abertura de uma noite familiar, reuniões de liderança ou reuniões dominicais, sem de fato cultivar as bênçãos advindas do verdadeiro propósito de termos um hinário.

Em 1830, Emma Smith, recebeu a designação do Senhor, relatada em Doutrina e Convênios 25:11-12, para “fazer uma seleção de hinos sacros“ para ser usada na igreja, por que, de acordo com as palavras do Senhor:- “Porque minha alma se deleita com o canto do coração; sim, o canto dos justos é uma prece a mim e será respondido com uma bênção sobre sua cabeça.”

Temos invocado as bênçãos do Criador sobre nossas cabeças ao cantar Sua seleção de hinos, ou será que apenas repetimos palavras sem sequer compreender seu significado, repetindo-os como uma espécie de mantra dominical?

Leia mais na Edição 07 página 09

Por: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *